Diamante

Diamante, 2010

Performance. Mostra verbo, Galeria Vermelho, 2010

Diamante ocorreu durante a mostra de performances Verbo, na galeria vermelho em 2010

A ação explorava alguns conceitos aos quais a palavra Diamante é frequentemente associada, como luxo, glamour, brilho, transparência e pureza. Ocorreu em espaços de tempo mortos – nos intervalos e ao fim da série de performances do último dia da mostra – e lidava com os resíduos gerados por elas.

Na ação, um ator representava um funcionário uniformizado de uma empresa de limpeza fictícia, denominada Diamante, encarregado de realizar a limpeza dos espaços da galeria no último dia da mostra. Após o término de cada performance, eles realizarão a limpeza dos resíduos eventualmente gerados pelas ações e, ao final da última performance da noite, iniciava a limpeza do pátio da galeria, em atitude semelhante a de garçons que iniciam a limpeza de um bar como forma de expulsar os clientes.

Alguns pequenos elementos de estranhamento foram inseridos no desenvolvimento desta ação, aparentemente tão simples. O primeiro deles era notado no uniforme do funcionário. O logotipo da empresa, estampado nas costas do uniforme cinza, de tipo habitualmente utilizado por empresas de limpeza, era aplicado com glitter prateado. O segundo era visto na maquiagem sutilmente borrada em torno de seus olhos, e o terceiro, no modo ligeiramente melancólico com que ele fora orientado a desenvolver suas tarefas.

Anúncios